como-abrir-uma-loja-de-roupas-em-sp
Especiais

Como Abrir uma Loja de Roupas de Sucesso?

Introdução.

Nesse artigo iremos abordar o tema “como abrir uma loja de roupas de sucesso?”.

Me chamo Caio Clemente, gestor de Marketing e CEO da My Upper Side. Tenho alguns anos de atuação no mercado e venho a compartilhar alguns pontos que precisam ser levados em consideração na hora de abrir sua empresa. Vou tentar falar de uma forma mais básica, mas não dá para evitar alguns termos da área. Antes de mais nada se está procurando fornecedores de marcas americanas no atacado, 100% originais como Calvin Klein, Tommy Hilfiger, Michael Kors, Ralph Lauren, Coach, entre outras. Acesse a área de roupas de marca no atacado (click) e faça um orçamento sem compromisso.

Portanto iremos incluir conceitos básicos de marketing e gestão de negócios focado para o ramo da moda. Porém tentarei usar termos menos complexos da área de marketing, para que qualquer um possa entender e quando usar, vou explicar o que significa. Em fim, aqui terá tudo que você precisa para iniciar seu negócio da melhor forma e não perder dinheiro ou fechar as portas no primeiro ano de negócio.

Como Abrir uma Loja de Roupas: O Início.

Business Plan / Plano de Negócios.

Certamente quando vai se iniciar um novo negócio a primeira coisa que se houve por profissionais da área é o famoso “business plan” que em português seria “plano de negócios”. Vamos por partes, o que é o plano de negócios? Nada mais que um planejamento de suas ideias e ações relacionadas com seu negócio. Por isso antes de abrir uma loja de roupas ou qualquer outro negócio, primeiramente deve-se criar o business plan, dessa forma você minimiza as chances de dar errado e até mesmo se consegue ver o negócio funcionando mesmo antes de estar aberto. Ou seja, você viabiliza ou não no planejamento de negócio, essa é a hora de cair fora se for furada.

como-abrir-uma-loja-de-roupas-mortalidade-da-empresa
Infográfico Fonte: Sebrae.

Como Abrir uma Loja de Roupas: Criando Seu Plano de Negócios.

Prosseguindo com o raciocínio, após o reconhecimento de se ter um plano de negócios vamos aprender a cria-lo, ou melhor o que se deve levar em consideração para criar o business plan.

10 Coisas que Não Pode Faltar em seu Plano de Negócios.

  1. Segmento.
  2. Público Alvo / Persona.
  3. Produto.
  4. Preço.
  5. Praça – Canais de Venda.
  6. Concorrência.
  7. Promoção – Canais de Comunicação.
  8. Branding – Fortalecendo a Imagem de sua Marca.
  9. Capital Social e Legislação.
  10. Projeções e Metas.

Calma, vamos explicar de forma fácil e breve cada um desses 10 passos.

1 – Como Abrir uma Loja de Roupas: Segmento.

Em primeiro lugar você deve definir qual segmento você vai seguir e qual forma você vai atender a necessidade de um determinado público. Nesse caso como estamos falando de lojas de roupa o segmento será moda, nosso nicho será vestuário masculino e o supernicho moda social focada no trabalho e no homem mais maduro, por exemplo.

Veja abaixo o que acabamos de dizer ilustrado num infográfico.

como-abrir-uma-loja-de-roupas-segmentacao
Infográfico Fonte: Google.

2 – Como Abrir uma Loja de Roupas: Público Alvo / Persona.

Após definir qual mercado você vai entrar, está na hora de definir o público alvo que você vai focar. No marketing atual, após a era digital o antes conhecido como público alvo evoluiu para persona.

Público Alvo.

O público alvo é um conjunto de pessoas agrupadas com características ou comportamentos em comum. Profissionais de marketing fazem isso para aumentarem as probabilidades de venda ou para criações de conteúdo na web.

Persona.

Persona no marketing é criar planejamentos, conteúdos e ações para um indivíduo de forma muito mais focada do que no público alvo. Então aqui entra hábitos, gostos, etc. Exemplo João, casado, gosta de futebol, trabalha de advogado, 25 anos, (aqui entra o persona) gosta de Game of Thrones, escuta blues, gosta de surf, por aí vai.

como-abrir-uma-loja-de-roupas-persona-x-publico-alvo
Infográfico Fonte: Google.

3 – Como Abrir uma Loja de Roupas: Produto.

Chegamos num dos pontos mais aguardados por um empreendedor, a hora de escolher os produtos que vamos trabalhar. Aqui vamos criar o chamado “mix de produtos”, onde de acordo com dados coletados como segmento e persona que queremos atingir, vamos saber quais produtos são mais propensos a serem comprados por esse público.

Por exemplo, quero vender moda masculina para os jovens do skate. Se eu não estudar esse público e levar em considerações seu lifestyle eu não vou vender. Ao invés de estudar o público eu simplesmente tento vender o que eu gosto como roupas sociais. Resultado, você vai ficar com estoque parado e o dinheiro investido em mercadorias sem saída, dinheiro que você poderia está girando com outros produtos de mais saída como moda streetwear (roupas mais largas por exemplo).

Você pode trabalhar com apenas um produto ou estender a linha. Exemplo disso é focar no segmento de moda masculina com foco em calçados. Depois de viabilizar eu estendo para acessórios de moda como cintos e óculos de sol, até quem sabe chegar no vestuário.

Minha dica, comece com um mix de produto pequeno, foque num nicho específico e sirva bem as necessidades desse nicho que você irá ter sucesso. Já tentou fazer mais de uma coisa ao mesmo tempo? Quando não se foca direito em uma coisa, você acaba diminuindo a qualidade para poder atender a quantidade. Isso pode ser um grande problema identificado pelo seu cliente e pode ferir sua imagem de marca.

Não pode esquecer que produtos são classificados em categorias e subcategorias. Abaixo iremos mostrar um exemplo.

como-abrir-uma-loja-de-roupas-classificacao-de-produto
Infográfico Fonte: Google.

4 – Como Abrir uma Loja de Roupas: Preço.

Após escolher seu mix de produto, você tem que precificar, como fazer isso?

Primeiro escolha qual preço você vai trabalhar de acordo com o poder de compra de sua audiência. Se será mais acessível barato, preço médio padrão ou premium.

Eu sempre aconselho pesquisar o mercado e seus concorrentes. Vá aos sites dos líderes de mercado do segmento e ache os produtos que você irá vender. Pegue informações para saber a qualidade se seu produto é superior ou inferior, após isso você saberá se seu preço está ou não na média de mercado.

Após medir o mercado, eu gosto de pesquisar em famosos marketplaces (mercado livre, americanas, dafiti, etc), também em lugares que pretendo vender. Se for presencial eu vou em shoppings por exemplo. Normalmente preços de líderes de mercado são maiores, por seu trabalho de marca e força construída no mercado. (branding).

Eu aconselho você não levar de base os marketplaces, apenas dê uma olhada o que estão vendendo e tente alguma diferenciação a agregar valor para aumentar o preço e chegar mais perto das marcas líderes, exemplo.

Você está vendendo camisa e agrega valor com uma bonita caixa / sacola personalizada com seu logo para entregar o produto, uma folha de seda embrulhando o produto dentro, material de primeira, uma tendência do momento, etc. Aqui é atributo + benefício = valor agregado. Mas o segredo é fazer com que o cliente perceba esse valor e se torne = valor percebido. Assim que pessoas compram marcas e produtos premium de alto investimento.

custo-x-beneficio-marketing
Infográfico Fonte: Google.

5 – Como Abrir uma Loja de Roupas: Praça – Canais de Venda.

Praça nada mais é que local. Ponto chave principalmente para abrirem um ponto de venda presencial. Então aqui a escolha tem que ser feita com cautela e levar em consideração alguns fatores. Minha dica é visitar os espaços que você pensa em abrir o ponto e ver o movimento no dia a dia. Passe por lá diferentes dias e horários, assim você terá uma real noção de como é o movimento.

Porém não se atente apenas a números, preste atenção se o público que transita nesse lugar é parecido com o que segmentamos lá no público alvo / persona. Se sim, parabéns achou o local. Senão de duas uma. Você terá que levar o público certo até a loja através dos canais de comunicação. Como internet, tv, rádio, panfletagens, etc. Caso contrário troque de local.

Se você pretende vender online, então a praça se torna onde irá acontecer a venda. Exemplo simples de praça ou canais de venda é marketplaces como mercado livre ou website próprio. Redes sociais não são canais de venda. Já te explico por que quando chegarmos no número 7.

canais-de-venda-como-abrir-uma-loja-de-roupas
Infográfico Fonte: Viver de Blog.

6 – Como Abrir uma Loja de Roupas: Concorrência.

Aqui o negócio é fazer praticamente o que foi feito na precificação, porém invés de analisar apenas o preço de seus concorrentes, você irá prestar atenção em tudo, desde os canais de comunicação até os canais de venda, produtos, etc.

Exemplo, veja quais redes sociais eles estão, como falam com seu público e quais resultados atingem. Além de ver onde estão vendendo, o que estão vendendo e qual o valor. Por fim olhe o visual de seu logo, se tiver site dê uma bela olhada em seu layout etc. Principalmente de líderes de segmento ou em marcas onde você deseja chegar.

como-abrir-uma-loja-de-roupas-concorrencia-benchmarking
Infográfico Fonte: Envision Tecnologia.

7 – Como Abrir uma Loja de Roupas: Promoção.

A promoção diferentemente do que as pessoas pensam, não é necessariamente abaixar um preço. A palavra promoção vem do verbo “promover” que é o mesmo de divulgar. Pode ser um lançamento de produto, um preço que abaixou, etc.

Propaganda.

Propaganda é o ato de promover com investimento. Exemplo na tv ou mesmo em google ads. Já a publicidade é o ato de promover grátis. Como no YouTube ou redes sociais orgânico.

Eu acho interessante aqui você ter sempre um x% de investimento separado para propaganda. Dependendo muito do seu capital social claro.

Você pode investir desde tv a internet, como em influenciadores digitais ou se o investimento for pequeno em micro influenciadores digitais. Segundo especialistas como o famoso autor de vários best sellers da área Gary Vaynerchuk, essa área está abaixo do preço, como foi na época que o fez o maior vendedor de vinhos dos EUA com google ads a 5 centavos o click, então a hora é agora. Outro ótimo canal de propaganda é as redes sociais e seus ads. Também citado por Gary como barato pela proporção que atinge. Eu mesmo com 5 reais já fiz estrago no facebook e instagram. rs.

Publicidade.

Já a publicidade você pode focar em canais como redes sociais. Observe onde seu público está e esteja lá. Essa é minha dica principal. Facebook, instagram, pinterest, linkedin, tik tok, entre outros. Mais uma super dica. Respeite o formato e a forma de comunicação de cada rede social. Por exemplo no pinterest transpira moda. Tire fotos fenomenais, de alta resolução e passe valor na legenda. Essa é uma bela forma de vender roupas online. Já no linkedin é uma rede social profissional, então cuidado com o linguajar, deixe de lado gírias e fale mais formal, adequeando a plataforma. Minha dica no linkedin é fazer marketing corporativo.

Mostre o que acontece dentro de sua empresa, como por exemplo uma premiação que ganharam ou alguma causa que estão apoiando. “Maria foi nossa melhor funcionária do mês, colocando o cliente sempre a frente.” Complementando com uma foto feliz de Maria e seu prêmio simbólico.

Dica de Ouro.

Agora que você já sabe diferencia-los, vou te dar o ouro. Faça um omnichanel e esteja em múltiplos canais. Além de fazer um 360 e levar de uma rede social a outra. Não faça um artigo e compartilhe, faça alguns exclusivos para cada plataforma e use outras para divulga-los. Exemplos disso é fazer um vídeo no youtube e divulgar em foto do instagram stories usando um trecho do vídeo enquanto no stories você utiliza uma foto capa bem chamativa e qualidade hd, colocando os detalhes na legenda e link na bio.

redes-sociais-analise
Infográfico Fonte: Rock Content.

8 – Como Abrir uma Loja de Roupas: Branding – Fortalecendo a Imagem de Sua Marca.

O que é branding? Branding vem de brand que em nossa língua seria marca. Branding é um termo usado em marketing e gestão de negócios que é tudo que pode ser feito para melhorar a imagem de sua marca diante a um consumidor e ao mercado. Portanto esse é um dos pontos mais importantes que vou comentar, pois é o que faz você escolher a marca A ao invés da B.

Certamente você já pagou mais caro por um produto pela qualidade ou status de tal marca. Exemplo. Você comprar uma camiseta branca da Lacoste só porque tem o logo do jacaré minúsculo no peitoral.

Vou deixar bem claro agora, é o valor percebido, digamos que você vai comprar um carro. Qual o objetivo central do carro? É a locomoção, te levar do ponto A ao ponto B. Todo carro faz isso. Porque então pessoas pagam 200.000,00 numa Mercedes ao invés de pagar 20.000,00 num Celta? (os valores são apenas demonstrativos, não sei a tabela deles no momento que você estiver lendo).

Porque a Mercedes além de locomoção tem mais conforto com seus bancos de couro, mais centenas de adicionais e o grande Q da questão. Trás status e poder. Vai bem além de apenas locomoção. Entende como é importante o branding?

Vamos voltar para a moda. Coca Cola. Sim estamos falando de moda, porque a Coca Cola cresceu tanto o valor de sua marca que não vendem hoje apenas refrigerantes, estão também vendendo tênis, camisetas, etc.

E como fazer o Branding na minha marca de roupas?

Vamos lá, vou tentar ser breve. Primeiramente quero que você saiba, desde revendedora a marca própria precisa do trabalho de branding. Pois é o que vai diferencia-lo de seu concorrente. Agora você coloca numa folha tudo que você quer que seu persona pense quando olhar o logo da sua empresa e os produtos que você vende. Pronto é exatamente a partir daí que você irá trabalhar a promoção. Exemplo a seguir.

Branding em Ação

Minha marca se chama “Atacadão da Roupa” é uma loja de roupas no atacado, quero que meu cliente pense que somos grandes, confiáveis e temos produtos de excelente qualidade. Primeiro de tudo vamos do básico, escolha criteriosamente seus produtos. Claro que passará no custo x benefício. Não tem como a pessoa exigir demais de uma peça barata. Mas mesmo assim tente entregar um bom material pelo valor investido.

Em seguida analisaremos nosso logo se passa essa imagem que queremos. Fazemos uma pesquisa com pessoas do seu nicho e se a resposta for sim para empresa grande conquistamos o primeiro check, senão contrate um web designer ou uma agência de publicidade para refaze-lo. Passe todos os valores que queremos transmitir a nosso cliente para o profissional e deixe-o criar.

branding-o-que-e
Infográfico Fonte: SlideShare.

Criação de Conteúdo.

Segundo passo, os canais de comunicação escolhidos foram YouTube, Instagram, Facebook e Pinterest. Para vendas nosso site e marketplaces.

Trabalharemos com criação de conteúdo com intuito de entregar o maior valor possível aos seguidores alvo. O ponto chave é ter um bom profissional ou agência de publicidade a ajuda-lo com os conteúdos, pois eles contém os melhores equipamentos fotográficos, além de saberem explorar o melhor de cada ocasião. Seguindo, a ideia dos conteúdos é respeitar as plataformas.

Há possibilidade de contratar modelos para crescer ainda mais a imagem de sua marca ou se não quer investir muito nisso, use pessoas com o perfil fotogênico.

Sendo assim no YouTube iremos criar videos, no instagram e facebook posso usar o stories para mostrar um trecho chamado de “teaser” e no feed vir com uma capa / foto legal divulgando o vídeo, nessa parte serve também para o pinterest. Posso usar ads com um bom funil do publico alvo para alcançar mais leads.

Além de utilizar influenciadoras, se a verba for pequena pode optar por micro influenciadoras do ramo de moda a criarem um conteúdo com um de seus produtos e no fim indicar sua loja. Aqui chegamos em nosso terceiro objetivo de branding. “Confiança”. Pois quando ha uma pessoa “x’ que é de confiança da pessoa “y” indicando alguma marca ou produto “z”, essa pessoa “x” passa sua confiança a marca “z” e assim a pessoa “y” passa a confiar e consumir a marca.

Site tem que estar lindo e fácil acesso, não pode fazer a pessoa se perder, máximo com 3 clicks já tem que dá para comprar. Nos marketplaces não se pode fazer muita coisa, foque nos pontos e comentários positivos de seus clientes e uma boa dica é tirar fotos melhores que seus concorrentes e cheias de detalhe. O adicionar de vídeo no anuncio se estiver disponível também é um grande plus.

Resultado.

Assim que seu público começar a perceber o valor que sua marca entrega, eles começam a diferencia-los positivamente na hora da escolha de compra. Acredite, funciona que uma beleza. Mas cuidado que assim como funciona para o bem, também funciona para o mal. Para construir uma marca forte é um longo processo, para destruí-la as vezes apenas um deslize e um trabalho de anos vai para o ralo. Fique sempre esperto. Quanto mais conhecida sua marca se torna, mais perigoso fica.

Análise do Desempenho do Exemplo.

1- Queríamos passar a imagem de uma empresa grande. Conseguimos com o logo e os conteúdos feitos por profissionais com bons aparatos, tudo em hd e muito bem editado.

2- Queríamos passar a imagem de produtos com qualidade. Novamente com as belas fotos a pessoa conseguirá ver detalhes das peças e escolhendo bem suas peças com uma equipe de qualidade você entregará e conquistará esse objetivo dois.

3 – Por fim queríamos passar confiança. Conseguimos no momento que um influenciador indicou nosso serviço num conteúdo para seus seguidores.

Abaixo mostraremos alguns dados que ajudam na criação de conteúdo.

criacao-de-conteudo-como-abrir-uma-loja-de-roupas
Infográfico Fonte: Google.

9 – Como Abrir uma Loja de Roupas: Capital Social e Legislação.

Agora que você já sabe como construir seu público alvo, criar mix de produtos, precificar, olhar o mercado e a concorrência e divulgar seu negócio; está na hora de falarmos de dinheiro. O que é capital social?

Nada mais que o dinheiro de investimento inicial que você declarou ao governo na hora de abrir sua empresa que você iria usar.

Exemplo. Nossa “Atacadão da Roupa” irá começar com 10.000,00, esse dinheiro é o total bruto antes mesmo de comprarmos os produtos para revenda.

Porém o capital social não vale apenas para dinheiro propriamente dito, digamos que meu sócio coloca no negócio uma maquina fotográfica no valor de 7.000,00 e mais iluminações com equipamentos para fotos de qualidade. Vamos colocar que tudo daria 2.000,00, ou seja 9.000,00 do meu sócio, mais os 10.000,00 que eu coloquei é igual a 19.000,00 de capital social.

Declarou isso? Agora se vira para fazer sua empresa girar com esse capital, pois até onde sei não se pode colocar mais investimento de fora. Porém eu aconselho você a procurar um contador pois ele é o profissional mais indicado a tirar essas dúvidas e poderá ajuda-lo com todo o balanço patrimonial de sua empresa e até com a legislação.

Legislação.

Legislação é o manual de lei. Essas leis mudam de negócio para negócio, alguns precisam de algum tipo de licença adicional. Se sua loja de roupas no atacado vai trabalhar com ponto aberto ao público, precisa-se do alvará do bombeiros para receber os clientes com segurança. Outro ponto que o contador pode ajudar é no enquadramento tributário e qual será melhor para sua empresa. Tributo você terá que pagar, então escolha o que melhor encaixa em seu tamanho de empresa. Exemplo da nossa lojinha de roupas no atacado. Com 19.000,00, pretendemos crescer 100% em um ano.

Então nossa meta de lucro bruto é 38.000,00. O melhor que pode nos atender é a ME. Se eu estivesse sozinho no negócio podia ir de MEI, cerca de 50 reais por mês e um tributo unificado. Mas como tenho sócio será preciso abrir a micro empresa, pois nela consigo ter um sócio. Caso precise de mais sócios terei que mudar para SA. (Sociedade anônima). Além dessas existem a PE e as Ongs. Saiba que o enquadramento muda de acordo com lucro bruto do ano e pessoas envolvidas no negócio. Novamente pergunte ao seu contador.

mei-micro-empresa-pequena-empresa-o-que-e
Infográfico Fonte: Capital Social.

10 – Como Abrir uma Loja de Roupas: Projeção e Metas.

Em suma numa empresa é fundamental colocar projeções a curto prazo juntamente com metas. Principalmente se estamos falando de uma loja de roupas no atacado com uma equipe de vendas. Seja representantes comerciais a vendedores internos.

Qual a diferença entre projeção e meta?

A projeção é um estimativo de quanto sua empresa vai faturar no ritmo que está faturando. Enquanto metas são números estabelecidos pelos planejadores e chefes da empresa.

Outro fator importante é o ano de projeções no mundo corporativo e contábil, são vistos como ações a curto prazo para ações realizadas em até 12 meses, enquanto longo prazo é após 12 meses. Ou seja, aconselho traçar metas de trimestre, semestre e anual.

Exemplo: Nossa empresinha de roupas no atacado fictícia tem como meta inicial para o 1° trimestre vender 9.500,00 de lucro liquido.

Se continuar o ritmo sua projeção é fazer 19.000,00 no semestre e por fim nossa meta alcançada com 38.000,00 no ano, consequentemente crescendo 100% de nosso capital inicial. Vê? A projeção nos mostra se estamos alcançando a meta ou temos que acelerar um pouco o ritmo para alcança-la. Porém defina sempre metas realistas. Não adianta colocar um número surreal, só vai frustrar sua equipe se na atingido. Então como abrir sua loja de roupas com os menores riscos possíveis? Para isso existem os cenários.

Projeção de Cenários.

1 – Cenário Esperado.

O cenário esperado é a projeção alcançando sua meta inicial.

2 – Cenário Pessimista.

Cenário pessimista é a projeção de um cenário onde a meta não foi atingida, porém alcançou um número de vendas para no mínimo se manter aberto mais um ano ou com um lucro menor do que o esperado.

3 – Cenário Otimista.

Cenário otimista é o sonho de qualquer empreendedor, onde sua meta esperada foi superada e você foi melhor do que esperava.

Portanto minha dica é. “Faça sempre os três cenários”. Pois assim você não será pego desprevenido e conseguirá reverter uma situação adversa. Então com a projeção você irá identificar qual será o seu cenário final e tendo planos de ações a curto prazo para cada tipo de cenário você conseguirá virar o jogo e te colocar de volta a meta o mais rápido possível.

Exemplo. É aí que aparecem os saldos para queimar estoques parados e fazer uma receita adicional, assim comprando novas mercadorias e girando o capital.

Entendeu a importância dos cenários, metas e projeções? Aliados são poderosas armas contra seus concorrentes.

como-abrir-uma-loja-de-roupas-projecao-de-vendas
Infográfico Fonte: Google.

Considerações Finais.

Espero de verdade que esse passo a passo de “como abrir uma loja de roupas” tenha o ajudado (a) a abrir a sua. Caso restou alguma dúvida deixe nos comentários que terei o maior prazer em responder. Gostou do artigo? Siga nosso blog e não perca outras novidades do mundo da moda masculina.

Fonte de Pesquisa: Experiência Profissional. Conhecimento adquirido na UNIP.

Fotos: Google.

Veja outros artigos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *